Livro Interativo

About: Até os mais experientes têm o que aprender.

60+ Arte & Tecnologia

O que é?

Série de atividades que tiveram como objetivo a inclusão digital por meio da contação de histórias mostradas em um livro individual feito de tecido. Cada pagina foi feita a partir do resultado de oficinas com foco no aprendizado em relação à storytelling, técnicas manuais tradicionais e eletrônica. A ideia foi fazer com que todas as atividades fossem documentadas e divulgada na internet por meio de fotografias e vídeos feitos pelos próprios participantes.

Estimular a interação dos participantes com a internet e redes sociais é o objetivo do projeto, e, para isso, resgatamos histórias pessoais e também de temas de interesse dos alunos para que unindo com técnicas manuais e tradicionais, incluindo as técnicas mais modernas (e possivelmente pouco conhecidas por eles) fosse possível estimular trocas, interações e vivências únicas.

Cada técnica corresponde idealmente ao que seria uma folha do livro. Os livros tiveram como medida padrão 24x24.

Observação importante:

- O resultado de cada uma dessas atividades se materializa como uma “página” do livro. O Participante também estará livre para fazer mais de uma página, de acordo com a velocidade do seu processo individual. No final, os livros foram apresentados para todos os participantes e seus familiares.

http://maissessenta.com.br/

Step 1: Encontro 1 - Apresentação E 1ª Atividade Com Fotos

- Apresentação das oficinas e apresentação dos oficineiros.

- Cada participante foi instruído a levar uma foto que simbolize um momento no qual eles aprenderam algo importante para as suas vidas, algo que os marcou. Pode ser uma página de revista, uma foto pessoal, qualquer coisa em imagem que sirva de gatilho para cada um apresentar um caso pessoal e começamos a puxar histórias.

- Em roda, é importante que cada um fale sobre a foto, o que ela representa e suas experiências/habilidades manuais.

- Depois dessa conversa inicial, cada um dos alunos escaneou ou enviou a sua foto pelo whatsapp para impressão no tecido através de papel transfer.

- O primeiro dia foi dedicado à essa roda de conversa, para que os participantes criem relação entre si e entendam mais do curso.

Resumo:

-Apresentação do curso

-Fotos individuais

-Mapa das habilidades manuais

-Apresentações individuais

-Criação de grupo no Whatsapp para passar as fotos e também interação do grupo em meio digital

-Impressão das fotos em tecidos

Step 2: Encontro 2 - Intervenção Com Técnicas Manuais Por Cima Das Fotografias

- Foi feito uma apresentação das mais diversas formas de intervenções com bordado, crochê, miçangas e costuras por cima das fotografias. Utilizamos a plataforma Pinterest para mostrar exemplos do que era possível de ser feito. Para isso, criamos uma pasta [60+]Geral, onde colocamos referências dos trabalhos que já foram desenvolvidos utilizando essa técnica.

Resumo:

- Apresentação das técnicas manuais

- Apresentação da plataforma Pinterest

Step 3: Encontro 3 - Intervenção Nas Fotografias

- Continuação das intervenções nas fotografias impressa nos tecidos.

- Algumas alunas que chegaram na segunda semana, ficaram um pouco atrasadas e por esse motivo, tiveram um pouco mais de dificuldade em desenvolver esse trabalho. Por esse motivo, pedimos para que elas ficassem responsáveis pelo registro da aula através de fotos e filmagens com o tablet. Nós a ensinamos como utilizar a ferramenta e então elas começaram a fazer o registro. Nesse momento criamos também uma pasta individual de cada uma colocando ali os registros feitos.

Trabalhamos com um grupo de 3 senhoras (três da manhã e três à tarde).

- A Finalização das aulas foi mostrando os registros feitos pelas alunas e também uma avaliação oral sobre o que estavam achando das oficinas.

Resumo:

- Continuação das intervenções nas fotografias

- Início dos registros fotográficos e de filmagem feitos pelos alunos

Step 4: Encontro 4 - Desenvolvimento De Narrativa

- Parte teórica: Iniciamos a aula perguntando: o que é narrativa? Qual estória gostariam de contar? Como que a imagem escolhida, no caso a foto, faz parte dessa estória? Colocando que mesmo a fotografia sendo algo pessoal, não seria necessário que a vida pessoal fosse o tema do livro que seria desenvolvido e essa estória poderia ser inventada.

- Passamos o vídeo do What´s Opera Doc do pernalonga e também exemplos de storyboard.

- Parte prática: entregamos para cada, um papel com formato de storyboard para que eles pudessem desenhar ou escrever suas histórias.

*Algumas contaram sua vida inteira no papel, outras ficaram demoraram um pouco mais por não saber o que colocar ou que não tinham ideias. Grande parte dos alunos não quiseram falar sobre sua vida pessoal e isso acabou prejudicando muito o seu desenvolvimento por insistirem na ideia de que só poderiam fazer sobre as suas próprias histórias.

Resumo:

- Estudo e conversa sobre narrativa.

- Filme e referências com relação a estrutura narrativa e storyboard.

- Início dos desenhos e/ou escrita do tema que seria desenvolvido no livro.

Step 5:

Step 6: Encontro 5 - Oficina De Colagem

Oficina de colagem - construção e desconstrução da imagem com foco na narrativa dos livros.

- Pedimos para que todas levassem revistas e jornais.

- Separamos imagens de colagens no nosso Pinterest e mostramos para todos a fim de que pudéssemos desenvolver uma narrativa coletiva através do que estava sendo visto na imagem.

- Depois, nos voltamos para os storyboards produzidos e nos baseamos neles para a realização da nossa oficina de colagens, utilizando o que haviam escrito como norteador do que deveria ser desenvolvido e narrado através da imagem.

- A oficina teve como objetivo, ajudá-las e representar visualmente suas histórias, saindo do senso comum.

*Tivemos evolução com algumas alunas que se entregaram a proposta e conseguiram “sair da caixa” unindo imagens e outros materiais(miçangas e linhas) para contar a história. Mas grande maioria ainda permaneceu na “caixa” não sabendo conectar/fazer conversa de uma figura com a outra.

Resumo:

- Pedido para que levassem revistas e jornais.

- Apresentação de exemplos de colagens já previamente separadas na pasta [60+] do Pinterest.

- Início do exercício de colagem em uma única folha com o tema relacionado ao escolhido para ser desenvolvido no livro.

Step 7: Encontro 6 - Oficina De Encadernação

- Iniciamos a aula fazendo uma roda para ouvir as histórias de cada uma, baseados nas colagens e nos storyboards.

Nesse momento, o mais interessante foi a troca e apoios gerados, pois as que já tinham uma história mais definida, auxiliaram quem estava sem ideia e muitas que acharam que estavam sem história, descobriram suas histórias ao falar sobre.

- O segundo momento de aula foi a de confecção de cadernos onde cada uma confeccionou seu próprio caderno para que pudessem fazer anotações, colocar suas ideias e registrar seu processo individual.

Materiais utilizados (confecção de 1 caderno):

- Capa: Papel cartão ou kraft de 180g (21cm x 60cm)

- Contracapa: Papel color plus ou similar (21x31cm)

- Miolo: 20 folhas A4

- Encadernação: Elástico roliço 40cm

- Régua

- Dobrador

- Lápis

- Estilete

Confecção:

- Primeiro unir as folhas de papel A4, alinhando todas elas utilizando uma mesa de apoio. Com bloco de folhas no sentido horizontal unir ponta a ponta, dobrando o bloco de folhas ao meio e está pronto o miolo.

- Com o papel cartão já cortado nas medidas exatas, colocar o miolo no meio e dobrar o papel cartão ponta a ponta dobrando ele com o miolo dentro.

- Com o papel colorplus já cortado também dobrar ao meio da mesma forma que o papel cartão.

- Em seguida montar o caderno: miolo, contracapa e capa, a capa irá sobrar um pedaço de cada lado, com ajuda de régua e dobrador, dobrar a parte excedente para dentro do caderno de forma que vire uma orelha.

- Para finalizar fazer a encadernação com o elástico, passar o fio pelo meio do miolo, dando uma volta pela capa, apertando e dando um nó.

Resumo:

- Momento de ouvir e pensar junto as soluções relacionadas a narrativa.

- Confecção dos cadernos.

Step 8: Encontro 7 - Oficina De Tingimento Natural

- A oficina de tingimento natural utilizando elementos naturais para estudo estudo e aplicação nos tecidos utilizados no livro.

- Iniciamos a nossa oficina falando de todos os materiais que iríamos utilizar na oficina e pedindo para que todo o processo fosse registrado no caderno que haviam feito na aula anterior.

- O tecido utilizado foi o algodão cru que deixamos de molho por 24hs para desengoma-lo.

- Foram utilizados elementos já conhecidos pela facilidade de extração das cores como açafrão, flor de hibiscus, sementes de urucum e também experimentamos com outros elementos como erva mate, café, suco de amora e suco de beterraba.

- Para que as cores fossem fixadas nos tecidos, utilizamos meio quilo de sal grosso como mordente (fixador) para 5 litros de água.

- Colocamos o tecido seco e já desengomado na panela para ferver durante 30 min na água com o mordente.

- Depois desses 30 min, retiramos o tecido e deixamos ele esfriar.

- Em seguida colocamos água para ferver para depois despejar os temperos, cada um dentro de um pote diferente. E o urucum, batemos as suas sementes no liquidificador para facilitar a retirada do que iríamos utilizar para tingir.

- Pedimos para que cada um dos alunos pegassem um pedaço de tecido, mergulhasse em um pote de tinta e deixasse por um tempo. Depois desse tempo e sempre observando se a tinta estava realmente tingindo o tecido, ele teriam que espremer o tecido e já perdura-lo direto sem enxaguar para secar, de preferência no sol.

* Durante o tempo de espera do processo de mordentar o tecido, eles tiveram uma aula sobre o funcionamento do whatsapp desde as suas ferramentas de interação entre as pessoas até o processo de registro e compartilhamento.

Isso para que todas eles pudessem fazer o registro do processo de tingimento e compartilhasse com outros colegas dentro do grupo de whatsapp.

Resumo:

- Conversa e repasse de lista de materiais.

- Desengomar o tecido.

- Mordentar o tecido.

- Preparar as tintas que seriam utilizadas.

- Mergulhar os tecidos nos potes com as tintas.

- Colocar para secar ao sol.

Step 9: Encontro 8 - Oficina De BioPrint

- Oficina de tingimento natural como uma primeira etapa de criação e desenvolvimento de elementos gráficos nos tecidos. Realizamos essa oficina a partir de estudo das diversas formas de tingimento natural e a que escolhemos para trabalhar foi a técnica BioPrint, onde o desenho de formas no tecido é feito através da impressão dos elementos naturais diversos. Para essa oficina, pedimos para que eles trouxessem folhas e flores que encontrassem e que achavam que a sua forma poderia resultar em um tipo de impressão interessante de ser trabalhado. Então, todas elas trouxeram o que encontram na rua ou que já tinha em seus quintais. O mais legal é que foram trazendo mudas de plantas e por conta disso, houveram vários momentos de troca dessas mudas em sala.

- Depois cortamos o tecido algodão cru em tiras de mais ou menos dois metros de comprimento e 20cm de largura.

- Levamos os tecidos para serem mordentados com pedra hume.

Depois de 30 minutos fervendo na água com o mordente, retiramos esses tecidos para esfriarem, sem jogar água em cima.

- As alunas foram divididas em grupos e duplas e cada um pegou uma tira do tecido já frio para colocar as plantas e flores que trouxeram em cima, formando um padrão.

- Depois esses tecido foi enrolado como uma panqueca e amarrado com barbante, de forma que ficasse totalmente preso.

- Levamos essas “panquecas” para serem mergulhadas nas tintas naturais que já haviam sido preparadas ou foram

trazidas pelas próprias alunas que preparam em casa, como o suco de amora, chá de boldo e suco de beterraba.

- Algumas experimentaram colocar por um período em cada tipo de tinta para misturar as cores.

- Depois de um tempo de molho nas tintas, é importante deixar secar ao sol.

* No nosso caso, deixamos tudo secando dentro da sala de aula e praticamente todos eles mofaram. O mofo acabou servindo também efeito visual utilizado no momento momento de intervenção do próximo exercício.

Materiais utilizados:

- Plantas e flores diversas

- Algodão cru (mais barato e mais fino)

- Barbante e lã branca

- Açafrão, urucum (colorau), repolho roxo, beterraba, café, hibisco, erva mate, espinafre, amora,

- Liquidificador

- Pedra hume ou sal grosso (mordente)

- Panelas de 5 litros para mergulhar e ferver os tecidos e linhas com o mordente escolhido

Resumo:

- Conversa sobre a técnica que seria desenvolvida.

- Apresentação de referências no Pinterest com imagens previamente separadas.

- Corte de tiras compridas do tecido.

- Mordentar o tecido.

- Separação de folhas e flores.

- Diagramação com as folhas e flores por cima do tecido.

- Fechamento e amarração da “panqueca” de tecido.

- Mergulho do tecido nos potes com as tintas naturais.

- Retirada das “panquecas” de tecidos.

- Secagem ao sol da panqueca ainda fechada e amarrada.

Step 10: Encontro 9 - Carimbos E Stencil

- Oficina de carimbos utilizando legumes, frutas, folhas e também EVA com formas cortadas por eles mesmos.

- A primeira parte da oficina foi a de carimbo nós mostramos referências de diversas técnicas de impressão no tecido e também do que iríamos fazer naquele momento.

- Através da utilização dos materiais que elas trouxeram de casa, no caso batata, chuchu, maçã, limão, outros legumes e também folhas com grande diversidade de texturas, criamos os carimbos. Todos eles foram cortados com estilete e os desenhos e formas estavam dentro do tema individual de cada uma. A tinta utilizada foi a tinta para tecido.

- A segunda parte da oficina, já foi para a confecção de stencil no EVA. Onde elas experimentaram com formas dentro do tema individual e também, com cortes mais experimentais.

Materiais utilizados:

- Verduras, frutas e folhas (foi pedido para que levassem)

- Rendas

- EVA

- Papelão

- Cola

- Rolinhos para passar a tinta

- Tintas para tecido fosca de 250ml, com as cores: Branco, vermelho, azul e amarelo

- Tintas para tecido fluorescente

Resumo:

- Apresentação de referências de diversos tipos de impressão através de imagens já previamente escolhidas e salvas na pasta [60+]Geral no Pinterest.

- Criação dos carimbos.

- Criação de stencil.

- Impressão nos tecidos com tinta para tecidos.

Step 11: Encontro 10 - Intervenção 3D Nos Tecidos

- Intervenção 3D nos tecidos tingidos através das técnicas manuais bordado, crochê, tinta de tecido e costura com miçangas e lantejoulas.

- Utilizamos a nossa pasta do Pinterest para mostrar a diversidade de exemplos de mistura de técnicas, desenhos, fotografias, carimbos com aplicações de bordado, costuras diversas para que isso pudesse inspirar a turma.

Obs.: Interessante que ao apresentar as possibilidades; ao invés de fazer uma aula de ensinar a bordar, por exemplo; a turma começou um movimento de troca de saberes, uma ensinando o que sabia para outra, outras por si mesmas despertaram o interesse em pesquisar, assistindo vídeo aulas no youtube, e assim foram aprendendo e inventando sua própria arte, seu próprio ponto.

Materiais utilizados:

- Lantejoulas

- Miçangas

- Folhas

- Rendas

- Fio de nylon 0,30cm

- Agulha

Resumo:

- Apresentação de referências na pasta [60+]Geral no Pinterest.

- Intervenção nas impressões feitas nos tecidos com materiais e técnicas manuais diversas.

Step 12: Encontro 11 - Instagram + Oficina De Eletrônica 1 - Experimentações

  • Oficina para criação do Instagram

- No primeiro momento da oficina utilizamos o instagram no PC, para que pudéssemos mostrar a todos pelo projetor como criar uma conta.

- Criamos a conta no instagram utilizando o e-mail: 60maisolabi@gmail.com e a senha criada junto com a turma: curso60mais.

- Após criada a conta apresentamos as funções básicas, primeiro como seguir pessoas, explicando que essa era a forma de vermos na nossa timeline o conteúdo postado pelo amigos. Depois mostramos como postar uma imagem.

- O segundo momento foi o de cada uma criar sua conta própria conta no instagram e nós orientamos orientamos a todos de forma individual.

*Grande maioria da turma conseguiu instalar e usar o Instagram com facilidade, algumas pessoas instalaram em suas casas.

O uso do Instagram incentivou os alunas a registrar seus trabalhos através da fotografia e compartilhar.

Materiais utilizados:

- Notebook

- Projetor

- Celular

  • Oficina eletrônica 1 - Experimentações com os elementos eletrônicos básicos

- Iniciamos essa parte com o que tem de mais simples na eletrônica que é acender um led. Para isso, usamos bateria de 3v em contato direto com o LED, onde mostramos para elas como fazer com que um elemento interaja de forma simples com o outro e explicamos os conceitos básicos da eletrônica (tensão, corrente, condutividade e etc).

- Pedimos para que experimentassem iluminar as páginas dos seus livros para visualização de quais cores e onde os LEDS deveriam ficar preso em seus livros.

Materiais utilizados:

- LEDs de alto brilho (coloridos)

- LEDs RGB de alto brilho

- Bateria de 3V

Resumo:

- Oficina para criação do Instagram.

- Oficina de eletrônica 1.

- Experimento básico de eletrônica com LEDS e Baterias de 3V.

- Experimento de iluminação de páginas dos livros.

Step 13: Encontro 12 - Prototipação De Encadernação Com Tecido

Primeira conversa sobre a encadernação dos livros:

- Apresentação de exemplos de encadernação feito nos tecidos, tipos de encadernação: Japonesa, com ilhós, argolas, sanfonado.

- Mostra dos materiais disponíveis para encadernação e apresentação física de protótipo de encadernação japonesa feita em tecido.

Materiais utilizados:

- Fio encerado

- Agulha (encadernação/fio encerado)

- Furador

* A encadernação foi livre para que cada uma pudesse escolher a que mais de se adequa a seu projeto, portanto nas aulas finais que fizemos orientações individuais para fechar as encadernações dos livros. Algumas alunas criaram suas próprias encadernações e outras seguiram os exemplos apresentados.

Step 14: Encontro 13 - Palestra “Hoje É Dia De Feira” E Eletrônica 2

  • Palestra “Hoje é dia de Feira”

- A primeira parte do nosso encontro foi comandada pela Claudia Revoredo, graduanda em Moda pela Faculdade SENAI-CETIQT e criadora/desenvolvedora da “Feira Vesper”.

- Nessa oficina, ela falou sobre o seu projeto final cujo o produto é um manual de auxílio para empreendedores que desejam participar de feiras multiculturais.

Temas abordados:

- O valor do produto artesanal: Narrativas, trabalho manual, responsabilidade socioambiental, fortalecimento da economia local, afeto e etc.

- Ferramentas para venda na web: Instagram, Whats app, Iluria e outras ferramentas a serviço das pequenas marcas.

- Carteirinha Nacional do Artesão: Vídeo e passo a passo para o cadastramento.

- Manual “Hoje é dia de feira”: Raio x das feiras multiculturais. Como participar, onde acontecem, quanto custa, como é o público, dicas para montar um stand entre outros pontos.

* A palestra foi feita a partir da demanda das alunas que tinham interesse em saber de que forma poderiam estar colocando seus produtos para venda em feiras no Rio de Janeiro.

  • Oficina de eletrônica - parte 2

- Na segunda parte da aula voltamos para o aprendizado de eletrônica. Desta vez nos dedicamos a terminar de apresentar todos os materiais e possibilidades. Nessa fase fizemos experimentações com a linha condutiva, com a fita de alumínio, com a tinta condutiva e com os sensores.

Materiais utilizados:

- LEDs de alto brilho (coloridos)

- LEDs RGB de alto brilho

- Bateria de 3V

- Linha condutiva

- Fita de aluminio

- Sensor LDR

- Sensor de inclinação

- Tinta condutiva

Resumo:

- Palestra e conversa sobre o tema abordado.

- Continuação de oficina de elementos eletrônicos simples.

Step 15: Encontro 14 - Oficina Elementos Eletrônicos 3

- Neste encontro partimos para experimentações um pouco mais elaboradas.

- Utilizando a protoboard foi criado um circuito simples para ilustrar os conceitos teóricos abordados nos encontros anteriores.

- A Aula: Foram distribuídos um “kit” para cada aluno contendo uma protoboard e os componentes necessários para a construção do circuito. Construímos juntos o circuito do zero e, conforme os componentes iam entrando, nos íamos explicando o que eram, como funcionavam, qual função iriam exercer nesse caso e quais as possibilidades de utilização no projeto dos livros.

- Com o circuito pronto substituímos componentes para explorar as possibilidades. Exemplos: ao colocar o sensor LDR a luz do led era regulada pela luz do ambiente. Ao substituir o LDR pelo sensor de inclinação o led ligava e desligava conforme a inclinação da placa. Substituindo o jumper pela linha condutiva vimos o circuito funcionar da mesma forma. Ao colocar um resistor no “caminho” da corrente vimos o led ficar mais fraco.

Materiais utilizados:

- Protoboard

- Linha condutiva

- Sensor de inclinação

- Sensor LDR

- Resistor

- Jumpers

- Alicate de corte

- Alicate de bico fino

- LEDs de alto brilho (coloridos)

- LEDs RGB de alto brilho

- Bateria de 3V

- Suporte para bateria

- Botão e/ou colchete de pressão

- Fita de alumínio

Step 16: Encontro 15 - Finalização De Encadernação E Interatividade

- Finalização dos livros com orientação individual para encadernação e inclusão de componentes eletrônicos, trabalhando a questão da interatividade através do uso de botões e sensores em cada livro.

Materiais utilizados:

- Todas as páginas dos livros prontas e os elementos eletrônicos.

Step 17: Encontro 16 - Finalização Dos Livros: Últimos Ajustes

- Finalização dos livros: encadernação, confecção das capas e ajustes de componentes eletrônicos.

- Avaliações no final.

Epilog X Contest

This is an entry in the
Epilog X Contest

Share

    Recommendations

    • Sweet Treats Challenge

      Sweet Treats Challenge
    • Build a Tool Contest

      Build a Tool Contest
    • Paper Contest

      Paper Contest

    3 Discussions

    1
    None
    UnderwoodMakes

    4 weeks ago

    Hi sessentamais, I see that you've entered the Epilog Laser contest with this instructable, and I think you're writing in Portuguese. You may not get many votes from English-speakers if they can't read your work, but if you wanted to translate this to English, I'd be willing to proof-read it for you to make sure the translation is good.

    0
    None
    seamster

    4 weeks ago

    Very nice idea! This looks like a fun and interesting activity. Thanks for sharing! : )